Fitoterápicos são seguros?

Há milhares de anos, as propriedades terapêuticas das plantas têm sido usadas para amenizar sintomas. Nas mais diversas culturas é possível encontrar alguma planta de uso popular, como o alho, gengibre, camomila, boldo, cramberry, etc. Devido ao aumento do interesse pela medicina alternativa, cada vez mais produtos são comercializados, porém alguns cuidados são essenciais. Recentemente foi publicada uma matéria a respeito de Seiva de Moreira, comercializada como medicamento natural analgésico e sem efeitos colaterais. Análises realizadas no conteúdo das cápsulas comercializadas mostraram que o conteúdo era formado por antiinflamatórios, que devem ser usados sob supervisão médica. Da mesma forma, fitoterápicos vendidos como emagrecedores podem conter diuréticos ou propriedades tóxicas para o fígado. Qualquer medicamento, fitoterápico ou não, para ser comercializado deve ter liberação dos órgãos reguladores para garantir a qualidade, higiene e a segurança do produto. Sempre converse com seu médico antes de usar qualquer fitoterápico, as plantas contêm propriedades ativas que podem ser benéficas ou não. Grávidas, idosos e crianças podem ser mais susceptíveis a efeitos colaterais, devendo sempre evitar o uso de medicamento sem recomendação médica.

Procure sempre o seu médico, a informação é sua maior aliada!

Entre em Contato